Andradas sedia o IX Seminário da Imigração Italiana em Minas Gerais


Será realizado nos dias 20, 21 e 22 de setembro, na cidade de Andradas, no sul de Minas, o IX Seminário da Imigração Italiana em Minas Gerais. O evento é gratuito e aberto para o público em geral. As palestras e mesas serão transmitidas ao vivo, podendo ser acompanhadas via Facebook e Youtube, nos canais do Seminário. O objetivo é fomentar novas pesquisas, divulgar novos dados e informações e debater, tanto com os próprios descendentes que protagonizam esta história, quanto com a população em geral, quais são os reflexos das contribuições da imigração italiana em MG e em todo o Brasil.

O Seminário da Imigração Italiana em MG é um evento anual que envolve palestras, debates, exposições e trocas de conhecimento sobre a história e a importância da presença italiana no Estado. Busca, também, incentivar intercâmbios culturais e comerciais entre Minas e a Itália, por meio de discussões sobre temáticas atuais e pertinentes acerca do que ocorre lá e aqui.

Por causa do crescimento da produção do café, além do fim da escravidão – dois fatos ocorridos no mesmo período – a região viu surgir, entre o final do século XIX e o início do século XX, uma explosão migratória. Milhares de famílias deixaram a Itália e vieram tentar a sorte trabalhando nas fazendas de café do entorno – que compreende não apenas o Sul de Minas, mas também o Oeste paulista, que, inclusive, incentivou a vinda da mão de obra italiana de forma subsidiada. Atraídos pelas oportunidades de trabalho em território mineiro, bem como pela expansão da rede ferroviária na região, muitos italianos se deslocaram de SP para o Sul mineiro. Com o tempo, compraram pequenas porções de terras e se estabeleceram em cidades como Poços de Caldas, Andradas e Ouro Fino.

O Seminário contará com a presença de dois convidados internacionais, especialistas em agriturismo. O primeiro é o romano Carlo Hausmann, doutor em Ciências Agrárias, diretor general da Agro Camara que integra a Câmara de Comércio de Roma. Hausmann é especialista em desenvolvimento rural, produções alimentares típicas e agriturismo. O segundo convidado italiano é o professor Saverio Senni, do Departamento de Ciências Agrárias e Florestais da Universidade de Tuscia, em Viterbo.




Confira a Programação


 

Noite
Sexta-feira
20/09/2019

Homenagem e Confraternização
19h
Homenagem aos Imigrantes Italianos De Andradas
20h30
JANTAR DE CONFRATERNIZAÇÃO*
Local: Casa do Vinho (MG 455, KM 4,5, Saída para Espírito Santo do Pinhal)



Manhã
Sábado
21/09/2019
Local: Câmara Municipal (R. Leonardo Alves dos Santos, 315)


8h30

CREDENCIAMENTO


9h
                                                  
ABERTURA OFICIAL
PRONUNCIAMENTOS E SAUDAÇÕES
Prefeito Municipal de Andradas: Rodrigo Aparecido Lopes
Cônsul da Itália em Belo Horizonte: Dario Savarese


 9h30


MESA-REDONDA E DEBATE
SAGA DA IMIGRAÇÃO ITALIANA EM MINAS GERAIS

Políticas Migratórias na Segunda Metade do Século Xix, Expansão da Cafeicultura e Imigração Italiana nas Zonas de Fronteira de Minas
Carlos Eduardo Rovaron. Doutor em História Econômica pela USP e Professor da Escola Profissional Dom Bosco de Poços de Caldas-MG.

Imigração Italiana em São João da Boa Vista
Francisco de Assis Carvalho Arten. Doutor em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP Reitor do Centro Universitário das Faculdades Associadas de Ensino-FAE. Membro Titular do Conselho Estadual de Educação.

Mobilidade do Imigrante Italiano em Minas: Um Estudo de Caso da Hospedaria Horta Barbosa (Século XIX). 
Lucimar Therezinha Grizendi. Mestre em Serviço Social pela PUC Rio, pesquisadora de Juiz de Fora. 


10h45

Intervalo




11h


SESSÃO DE PALESTRAS E DEBATE
VINICULTURA

Indústria Vinícola em Andradas, Imigração Italiana e Economia do Vinho na Primeira Metade do Século Xx
Ricardo Luiz de Souza. Especialista em Mídias na Educação pela UFSJ, Graduado em História pela UFRRJ e Historiador da Prefeitura Municipal de Andradas-MG

Das Memórias de Ricardo Sasseron, Um Pouco da História da Uva e do Vinho em Andradas.
Maria Neuza de Carvalho. Engenheira Agrônoma pela Escola Superior de Agricultura e Ciências de Machado, Especialista em Extensão Rural para o Desenvolvimento Sustentável pela Universidade de Brasília, Mestra em Agricultura Orgânica pela UFRRJ. Exstensionista EMATER-MG, em Andradas.



12h30

Intervalo para o Almoço


Tarde

Sábado
21/09/2019


14h

MESA REDONDA E DEBATE
CAPITAL SOCIAL, ASSOCIATIVISMO E PARTICIPAÇÃO FEMININA

MARCAS DA (IN)VISIBILIDADE DA FORÇA DE TRABALHO DAS MULHERES CAMPONESAS DE ORIGEM ITALIANA EM MINAS GERAIS/BRASIL
Sandra Nicoli. Historiadora e Mestre em Gestão Integrada do Território pela Universidade Vale do Rio Doce – Univale. Conselheira do Patrimônio Histórico e Cultural de Governador Valadares (MG).

CAPITAL SOCIAL E O DESENVOLVIMENTO RURAL DE ANDRADAS-MG
Priscila Carolina Ricci. Engenheira Agrônoma pela Universidade Federal de Viçosa (UFV); Mestranda em Agricultura Orgânica pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ); Engenheira concursada da Prefeitura Municipal de Andradas, cedida como estensionista da EMATER-MG, em Andradas.

RAÍZES ITALIANAS E O TRABALHO PELA VIDA SUSTENTÁVEL E A AGRICULTURA ORGÂNICA: INSTITUIÇÕES MARCADAS POR DESCENDENTES DE ITALIANOS
Jonathas Carlos Galdino. Natural de Caldas (MG), agricultor orgânico e biodinâmico, artista plástico e Técnico em Agropecuária pela Universidade Federal de Viçosa. Vice-presidente da Orgânicos Sul de Minas, representando a COOPFAM – Cooperativa dos Agricultores Familiares de Poço Fundo e a Associação dos Agricultores Orgânicos de Andradas.


15h30

Intervalo


16h

SESSÃO DE PALESTRAS E DEBATE
 HERANÇA CULTURAL

A HISTÓRIA DA SERRA DOS LIMAS E A IMIGRAÇÃO DA FAMÍLIA CROCHIQUIO
José Lucas de Lima. Natural de Andradas, bisneto de italianos, agricultor familiar, produtor de café orgânico, degustador de café, associado da AGRIFAN e cooperado da COOPFAM, professor de violão.

O CONSTRUTOR ITALIANO MANUEL LUIZ ZUANELLA EM POÇOS DE CALDAS
Letícia Siqueira Loiola. Formada em Arquitetura e Urbanismo pela PUC Minas Poços de Caldas.  Coordenadora de Patrimônio Construído e Tombamento da Prefeitura Municipal de Poços de Caldas.

A SAGA DOS IMIGRANTES ITALIANOS PARA O SUL DE MINAS: O CASO DA FAMÍLIA GENGHINI  Luiz Antonio Genghini. Neto de Italianos vindos de Romagna, Rimini. Natural de Monte Sião (MG).  É advogado e administrador. Mestre em Administração de empresas.  Atualmente é professor universitário em São Paulo na UNIP - Universidade Paulista e colaborador do Jornal O Monte Sião e do CIB Circolo Italo Brasileiro de Monte Sião.


17h30

Encerramento


Manhã
Domingo
22/09/2019
Local: Câmara Municipal (R. Leonardo Alves dos Santos, 315)

8h30

CREDENCIAMENTO


9h

CONFERÊNCIAS E DEBATE
AGRITURISMO: A EXPERIÊNCIA ITALIANA

DIVERSIFICAÇÃO E MULTIFUNCIONALIDADE PARA O DESENVOLVIMENTO DOS TERRITÓRIOS RURAIS: O PAPEL DO AGRITURISMO NA EXPERIÊNCIA ITALIANA*
Saverio Senni. Professor do Departamento de Ciências Agrárias e Florestais
da  Universidade de Tuscia (Viterbo), Itália. Titular das seguintes disciplinas:
Economia e política do desenvolvimento rural; Economia florestal e ambiental.
O MODELO ITALIANO DO AGRITURISMO: UMA SOLUÇÃO PARA A PEQUENA EMPRESA FAMILIAR* (Vídeo conferência)
Carlo Hausmann. Doutor em Ciências Agrárias. Especialista em desenvolvimento rural, produção de alimentos típicos e agriturismo. Gerente geral da AGRO CAMERA, empresa especial da Câmara de Comércio de Roma.  Coordenador técnico do projeto de criação da Fundação Campagna Amica. Colaborador da Rede Rural Nacional e Conselho Nacional de Agriturismo - Itália.  
                                                                                                        *Tradução simultânea.

10h30

Intervalo


11h

SESSÃO DE PALESTRAS E DEBATE
CAFÉ: MEMÓRIA E TURISMO

O MAPA DE SABORES DE ANDRADAS E O SONHO DE UM MENINO DO VÊNETO.
Rafael Alberto Souza e Silva. Engenheiro Agrônomo e Zootecnista formado na Faculdade Manoel Carlos Gonçalves em Espírito Santo do Pinhal. Gestor técnico da Synapse Consultoria. Consultor Técnico do Sindicato Rural de Andradas.

O ROTEIRO “CAMINHO DA FÉ” E OS PRODUTORES FAMILIARES DOS CAFÉS FAIR TRADE DO SUL DE MINAS.
Ulisses Ferreira de Oliveira. Técnico Agrícola e Administrador, especialista em cafeicultura sustentável. Diretor do Departamento Municipal de Desenvolvimento e Meio Ambiente de Botelhos (MG).


12h30

Encerramento



LANÇAMENTO DOS LIVROS COM PRESENÇA DOS AUTORES
                      
 
IMIGRAÇÃO ITALIANA EM VARGINHA (MG) 1887-1927
José Roberto Sales

PASSEGGERI DI UN SOGNO – O VAPOR MONTEVIDEO
 Stanley Savoretti de Souza

A IMIGRAÇÃO ITALIANA EM MINAS GERAIS: A FAZENDA DO ROCHEDO (1888-1889)
Anísio Ciscotto Filho


MINICURSO
IMIGRAÇÃO ITALIANA, FIM DA ESCRAVIDÃO E CICLO DO CAFÉ. PARTICIPAÇÃO DOS IMIGRANTES ITALIANOS NO DESENVOLVIMENTO DE MINAS GERAIS


Dias: 28/08, 04/09 e 11/09 quartas feiras, 18 às 20 h
Local: Associação de Engenheiros Arquitetos e Agrônomos

Ministrantes: Carlos Eduardo Rovaron. Doutor em História Econômica da USP.
              Domingos A. Giroletti. Doutor em Antropologia Social UFRJ, Pós doutor pela LSE.